11/03/2013

Campanha Pró Orgânicos 2013 | Faça parte você também!



Pró orgânicos 2013


Neste ano a Revolução da Colher  vem com a otimista ideia de trazer a vocês nossa nova campanha, Pró Orgânicos 2013, que consiste em continuar com a intensiva atividade de fazer novos e bons amigos para contribuir com os esforços dos que tem lutado pela proteção à Mãe Terra e dos animais.
A Revolução da Colher é um movimento mundial em favor do vegetarianismo, contra a injustiça social e a destruição ambiental! 
Sem Violência e peso na consciência incentivamos uma alimentação saudável e prazerosa, com respeito à Mãe Natureza e sem o sacrifício de animais.

Em 2013 a campanha Pró Orgânicos conta com uma equipe voluntária e bem disposta, com a intenção de divulgar informativos impressos e online, promocionar camisetas da campanha, OKI, entre outros materiais, conectada com uma rede de atividades, como cyber ativismo, encontros semanais, festas temáticas pela Mãe terra, intervenções culturais pelo tema, além de continuar com o que a Revolução vem fazendo neste período de sete a oito anos de ativismo vegetariano no Brasil.
A Revolução da Colher está presente em aproximadamente 25 países, ativa com a Campanha permanente do Original Kingdom, facilitando  que os vegetarianos adquiram o passaporte OKi RDC (Reino Original da Revolução da Colher), que permite descontos em estabelecimentos livres de crueldades e exploração animal credenciados pelo (thegoldenpages.info). E ao redor do mundo no Mapa RDC: (www.ministerios-ok.blogspot.com.br)

Convidamos você para apoiar mais essa ideia de cuidar da Mãe Terra, participando da campanha online no Facebook e divulgando um consumo consciente sendo um ATIVISTA de informativos e materiais. A pessoa que apoia esta causa está contribuindo para que projetos como a Revolução da Colher, Pacto Mundial Consciente, Campanha permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida entre outros grupos sintam-se acolhidos por aqueles que estão nessa atmosfera consciente. 
Vocês em seu dia-a-dia a oportunidade de falar com veracidade aquilo que os vegetarianos estão vivendo. Essa pessoas incríveis que no primeiro contato ela se sinta afrontada, culpada , curiosa ou entusiasmada, mas depois de conhecer um pouco mais sobre vegetarianismo e consciência na mesa sintam a necessidade de unir forças.

A Revolução da Colher busca mostrar uma alimentação menos nociva ao meio ambiente, uma alimentação com mais compaixão que é o vegetarianismo, uma alimentação que causa menos danos ao meio ambiente, aos animais e a si mesmo. 
Uma alimentação a base de legumes, verduras, frutas, grãos, cereais etc. sempre proporcionou uma boa saúde e respeito com a mãe terra, mas o atual modelo de produção de alimentos tem matado nossa terra, nossos alimentos e está matando a nós mesmos. 

Apenas é questionado o que a INDÚSTRIA precisa e nunca o que a NATUREZA precisa. A cada ano 4 milhões de hectares de terra são perdidos por mau uso, consumimos 5,2 litros de venenos anualmente, os agrotóxicos contaminam os alimentos que comemos e a água que bebemos, além dos rios, lagos, chuvas e os lençóis freáticos. 
O agronegócio é um modelo que depende de agrotóxicos, monocultivo e latifúndio, concentração de terras, produz para a exportação, expulsa o povo do campo, gera lucros para transnacionais, mas mantém a fome e a pobreza no Brasil. Se comemos para viver, por que nossos alimentos estão nos matando?

Os danos causados pelo agronegócio são intermináveis, e tudo isso para gerar lucro para poucas e gigantes empresas estrangeiras. A terra é um ser vivo e se ela é mal tratada, ela morre. Tudo o que temos vem da terra. Ela é realmente uma mãe, vive apenas para o benefício de seus filhos. Ela nos mantém vivos. E como agradecemos? A envenenamos. Devemos desenvolver nossa compaixão e empatia , e não só com os animais, mas também com a terra. É possível garantir uma produção de alimentos saudáveis, sem venenos e a baixo preço. Consumir orgânicos é a solução! Devemos fortalecermos a agricultura camponesa e familiar e pararmos de financiar essas grandes e monstruosas empresas que destroem nosso meio ambiente e nossa saúde por dinheiro.